Blog do Yogue

Busca

Sobre o blog

A idéia deste meu blog é trazer o mundo do yoga e da meditação mais perto do seu cotidiano.

Adoro responder e investigar sobre este assunto, pois é uma forma preciosa de conhecer mais este universo.

Este nome “blog do yogue” é porque vamos aproveitar a sabedoria de muitos e muitos yogues do passado e do presente para rechear e iluminar o nosso dia a dia. Yogue para quem não sabe é um sábio. E mais propriamente é aquele que chegou lá! Chegar lá no yoga é uma das muitas coisas a se saber...

28/04/2010

Ensinando yoga como um peixe no aquário.

 
 

Ensinando yoga como um peixe no aquário.

A consciência  - chit shakti - tal como se entende no pensamento do norte da Índia dos sábios da Cachemira, é como a água de um aquário e nós somos os peixes dentro do aquário. Nadamos nesta consciência, bebemos esta consciência e ela analogamente, como a água, sustenta nosso corpo e está presente em cada célula. Da mesma forma quando você professor(a), está ensinando yogasanas – posturas -  em uma sala de aula você deve estar tão presente, e tão dissolvido nesta água do aquário cheio de consciência, de modo que mesmo o menor movimento de um aluno você perceba, como o peixe que sente pelo movimento da água o movimento do outro peixe.  Com esta prática o professor adquiri em  sua consciência uma atenção tão sutil e delicada que mesmo cada pensamento do aluno movimenta esta água e ele percebe.


Como ensinar yoga dissolvido em consciencia?


 

ADHO MUKHA SVANASANA - postura do cão com o rosto voltado para baixo (foto R.Setton)


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização

Por Sandro Bosco às 17h40

27/04/2010

Menos informação e mais meditação.

 
 

Menos informação e mais meditação.

Vida simples e consciência elevada - Comentário do post de 18/04/2010 21:30

Sandro, hoje tirei o dia para comentar no seu blog. rsrsrs Na minha humilde opinião, o ponto X são os nossos valores. Se eles forem supérfluos, tudo o que os envolve também será: educação,consumo, informação, comunicação, relações etc. E a prática do yoga pode criar uma reflexão sobre a "relação entre" meus valores e o tipo de vida que eu tenho ou quero ter.
Luciana Gomes | yogaecompanhia.blogspot.com |  22/04/2010 16:30


Resposta -
Lu, estou adorando esta abundância de comentários seus, que sejam muito bem vindos. Para continuar esta reflexão de como a prática do yoga pode levar nossos hábitos e modo de vida do supérfluo para o essencial, peço que você dê uma olhada neste link baixo para sentir o panorama de onde estamos como humanidade (pelo menos parte dela) e onde esta se encontra neste turbilhão de informações e conseqüentemente turbilhão de pensamentos desnecessários e estressantes.



http://www.youtube.com/watch?v=ia5FxoeFJWI&feature=related.


Haja yoga!


 


Por Sandro Bosco às 22h07

26/04/2010

Hipertensão - oque o professor deve saber?

 
Aumenta o número de hipertensos no Brasil é o que diz a notÍcia do Folha UOL hoje:

Aumenta o número de brasileiros com hipertensão, segundo o ministério da saúde

 Mas será que aumenta o número de hipertensos nas salas de aula de yoga? Será que os professores de Hatha Yoga deste país sabem orientar um hipertenso numa série de posturas de yoga? Nestes longos anos que ensino yoga a maioria dos hipertensos que foram meus alunos melhoraram muito da hipertensão e a minoria que não melhorou não teve regularidade o suficiente nas aulas e por isto não obteve total resultado. Os que melhoraram tiveram um mínimo de disciplina e  motivação para freqüentar duas vezes por semana uma aula de 1:30h e em alguns meses de prática seus médicos já pediam para diminuir a dosagem do(s) remédio(s). Para o leigo em yoga é importante saber que todos os 'yogas' que ensinam asanas  - posturas - e pranayamas  - exercícios que envolvem o controle da respiração  - estão ensinando Hatha Yoga (hatha siginifica equilíbrio entre as polariaddes da energia no corpo e na mente)  independentemente do nome que dêem ao método que ensinam.  Não conheço nada mais eficiente, depois do remédio alopático, que melhore o ser humano deste tipo de problema sendo que a alopatia controla e o yoga pode vir a resolver o problema enquanto a pessoa continuar praticando. Alguns exercícios de yoga são perigosos para o hipertenso enquanto outros são hipereficientes.

 


 

foto - R.SettonUTTANASANA - postura do alongamento intenso.


 

Várias posturas que no começo podem assustar o hipertenso com a prática ele se sentirá melhor. O apoio dos blocos nesta variação é fundamental.

É importante recorrer a um professor(a) que saiba usar devidamente os acessorios e tenha experiência com as bases do alinhamento ensinadas no método Iyengar.


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização

 

 

Por Sandro Bosco às 17h29

23/04/2010

Resoluções - fortaleça-as atraves do yoga

Resolução

Quando você toma uma resolução, por exemplo de praticar yoga  mais vezes por semana  ou acordar mais cedo para paticar mais tempo contará com alguns intempéries que são as suas próprias resistências. Seu coração decidiu pelo melhor, sua intuição diz dentro de você que é isto mesmo, decisão certíssima! Mas alguém lá dentro vai sabotar. Quem é este alguém?  Seus samskaras.
Esta palavra da língua sânscrita significa as suas impressões (passadas) ou mais literal -  sulcos, como aquele que os raios fazem nas rochas ou a água no solo.


Ensinamento do mestre
Lembro-me de uma vez ter lido, se estou certo em um livro de Sri Sw. Sivananda de Rishikesh, que estas resoluções são como quando você decidi fazer um canteiro.  O exemplo dele descreverei nas minhas palavras.

 - Você começa limpando bem a terra e a revolve até tirar toda a erva daninha e os matinhos. E com a certeza de que o solo está preparado planta seus temperos ou seu canteiro de flores. Cuida direitinho, rega e põe adubo. Tudo cresce mas passam-se semanas ou meses e surgem de volta os matinhos. E você volta a catá-los para ajudar que o que lhe interessa ali floresça. O normal é que estas "pragas" se enfraqueçam e voltem cada vez em menor quantidade. Mas uma vez li num artigo de agronomia que elas, as ervas daninhas, estão latentes bem profundamente na terra, muitos metros abaixo da superfície e conseguem brotar mesmo depois de muito tempo .
Assim é a natureza. Assim são os samskaras, que podemos entender também como a sede de seus condicionamentos e ações inconscientes e repetitivas. Portanto há que se ter paciência  yogue e tapas – esforço sobre você mesmo  - em sustentar as grandes e pequenas resoluções que podem expandir sua vida e seu crescimento pessoal através do Yoga.


Nunca desista!


 

 

SIRSHASANA  o pouso sobre a cabeça (variação das pernas em padma - lótus-). Além de muitos outros benefícios fisiológicos é excelente para o sistema nervoso e fortalece a mente dando mais concentração e poder da vontade. Acalma e traz paciencia. 


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização

Por Sandro Bosco às 15h19

20/04/2010

O poder da Shakti, a energia criadora.

 
 

O poder da Shakti, a energia criadora.

"Svapna nidrá janánálambanam vá." 38-1 – Yoga Sutra – (aforismos do yoga)
“Ou (obtém-se o estado meditação) concentrando-se numa experiência tida durante um sonho ou sono profundo”.


Mês passado tive dois sonhos marcantes com a  presença de mestres de yoga. Foram excepcionalmente reveladores. Logo depois, coincidentemente reli este sutra acima  de Sri Maharish Patanjali  e resolvi colocá-lo em prática na minha meditação diária. Foi e tem sido poderoso e tremendamente eficaz. Quando sento para meditar, e começo a rever o sonho, na maioria das vezes, minha mente não chega a terminar de recordar e visualiza-lo e logo sou  levado para um espaço interior silencioso e protegido e assim permaneço por um longo período. È maravilhoso o poder  da shakti – energia espiritual  - contido em um sutra! É por isto que os ensinamentos dos shastras  - escrituras, textos sagrados - como estes sutras, não são para pensarmos sobre, mas sim, para contemplá-los e pô-los em prática.


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização.


 

Por Sandro Bosco às 23h13

19/04/2010

A vontade se fortalece e a mente se aquieta

 
 

 

foto  - Caito Quando a intensidade é alcançada no yogasana - posição de yoga -  pela permanência e alinhamento: permaneça na postura! Quanto mais você permanece sem julgamento em relação ao conforto ou desconforto que você possa estar sentindo, mais o poder da sua vontade se tonifica. Com a sua força interna fortalecida as oposições e instabilidades criadas pela sua própria mente enfraquecem e se aquietam. Neste momento ocorre o yoga.


 


   Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização


Por Sandro Bosco às 22h53

18/04/2010

Vida simples e consciência elevada

 
 

Vida simples e consciência elevada

"O mundo é comparável a água e a mente humana ao leite. Este se mistura com a água , quando postos os dois juntos. Mas, transforma o leite em coalhada e depois bate-o até virar manteiga. Agora despeja-a dentro d'água e ela não haverá de se misturar, pelo contrário permanecerá intacta, flutuando." - Sri Ramakrshina  (1836-1886).


Nesta desrição o santo yogue indiano ressalta a importância de viver como o lótus, que mesmo com as raízes no lôdo floresce acima da superfície da água em uma exuberante flor de lótus. Esta parece ser uma constante nos ensinamentos de vários sábios de diversas tradições. O padre jesuita, o francês Pierre Teilhard de Chardin (1881 - 1955) disse "Viver neste mundo como se não fôssemos dele".  Em um mundo superpopuloso, inundado de apelos de consumo e de vida baseada em valores supérfulos, constantemente tumultuado pelo excesso de informação e comunicação, como viver nele sem atrelar-se ou prender-se a ele? Como a prática do yoga e da meditação pode trazer a você a importância de uma vida simples, com uma mente desapegada e com a consciencia elevada?


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização.


 

 

Por Sandro Bosco às 21h30

16/04/2010

Afinando a mente e corpo

 
 

Afinando a mente e corpo

Quando você vai tocar uma música com dois instrumentos musicais, por exemplo dois violões, você reserva um tempo antes para afiná-los entre si, para que haja uma maior harmonia musical. Da mesma forma quando você vai praticar yogasanas  - posturas de yoga - e  reserva alguns minutos antes para vocalizar e repetir várias vezes o sagrado mantra OM você afina através dele dois instrumentos importantes para a prática de yoga: a mente e o corpo.


foto - Joyce D'amore\


Sente-se com a coluna ereta  levante e abra e a região do peito levando os ombros para trás e para baixo. Observe a respiração atentamente por alguns minutos até que ela desacelere. Devagar leve esta respiração suave e lenta para uma respiração profunda mas suave, longa e lenta. Então pronuncie o mantra com atenção na pureza do som internamente em seu corpo físico. Se for fácil leve a vibração do som para a região do centro do coração a direita do coração físico. Assim você estará preparando sua mente e seu corpo para a prática dos yogasanas, pranayamas - respiratórios  - ou para a prática de meditação.


 

 

           \

Por Sandro Bosco às 21h55

14/04/2010

Yoga - em tudo há um sabor especial.

 
 

,

 

foto - R.Setton -


 

UPAVISTAKONASANA - postura sentada do ângulo


A prática dos yogasanas  - posturas de yoga - pode ser de grande valia também para aqueles  que buscam algo mais do que saúde física e mental. Quando você alcança um controle e estabilidade do corpo em um yogasana (como na foto acima), você o consegue atraves da mente e de um pensamento concentrado - ekagrata - . Curiosamente é atraves do silenciamento da mente e consequente desaceleração da respiração, que esta estabilidade e permanência na postura se dá de forma mais prazerosa. Os yogues nos ensinam a degustar o rasa de cada momento. Rasa pode ser entendido como o sabor ou o néctar existente em cada instante vivido, em cada prática de yoga ou de cada palavra dita ou mesmo de cada minuto obtido de silencio interior. Rasa é o sabor residual da meditação, do momento de amor, da troca de olhares profundo. Se você estiver sobre o clima exterior decorrente de um natural silencio de pensamentos, eu custo a crer em algo neste universo que você não possa sentir o rasa existente.

É a ssim que me sinto estes dias, sentindo e degustando todos os pequenos momentos e vendo eles naturalmente dando vida a um grande momento.

 

 


 

Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização.


 

Por Sandro Bosco às 18h11

12/04/2010

O Yoga treina a mente através do corpo

 
 

O Yoga treina a mente através do corpo

foto: J.D'amore"O treino da mente e do corpo levam a consciência da alma." - B.K.S.Iyengar


 


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização.


Por Sandro Bosco às 15h33

09/04/2010

Workshop Internacional

 
 

Workshop Internacional

Por Sandro Bosco às 15h40

06/04/2010

Yoga: postura para a digestão.

 
 

Yoga: postura para a digestão.

(foto R.Setton) 


Supta Baddha Konasana
________________________________________
 Significado:
• supta - deitado, reclinado
• baddha  - restringido, fixo
• kona  - ângulo
________________________________________
Esta postura que também é indicada no caso de congestão traz um alivio muito grande na digestão pesada e reduz a flatulência. O uso de alguns acessórios como uma almofada grande e um cinto tornam a permanência mais estável e intensa, trazendo benefícios bem concretos. Ainda por cima esta postura regula a pressão arterial e previne hérnias pois o quadril e virilhas se tornam mais soltos e flexíveis. As mulheres no período podem se beneficiar, pois alivia enormemente as dores menstruais.
________________________________________
Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização.

 

Por Sandro Bosco às 22h14

04/04/2010

O Yoga do Discernimento

Estes últimos dias e feriado de páscoa engatinhei mas me deleitei  nos ensinamentos de Sri Adi Sankaracharya (788 dC - 820 d.C). Li e releti sobre o 'Viveka-Chudamani', “A Jóia do Discernimento” um dos seus dois livros.
Ele foi  um indiano iluminado que consolidou a doutrina da Advaita Vedanta, uma sub-escola do Vedanta. Seus ensinamentos são baseados na unidade da alma individual e Brahman (o aspecto da Criação do pensamento hindu) em que Brahman é visto como aquele que é sem atributos.
Naquele época Sri Shankara atravessou a Índia e outras partes Sul da Ásia para propagar sua filosofia através de discursos e debates com outros pensadores. Em seus 32 anos de vida fundou quatro mathas ("mosteiros" ) e  10 ordens monásticas . Foi a primeira vez que se se organizou o monasticismo na Índia e o sistema de Shankara perdura até hoje. Aos 10 anos de idade já era um prodígio acadêmico e então, não só já tinha lido todas as escrituras como as decorado e escrevera comentários sobre muitas delas. Eruditos de todas as partes da India vinham conhecê-lo. Ele  ajudou no desenvolvimento histórico, revitalização e disseminação de Advaita Vedanta.


Abaixo escolhi algumas das perguntas e respostas formuladas por ele:


Quem neste mundo pode ser chamado de puro?
Aquele cuja mente é pura.


Quem são os ladrões?
Aqueles que roubam a verdade em nossos corações.


Quem tira o proveito da vida?
O homem humilde.


Quem é o perdedor?
Aquele que é orgulhoso.


Qual é a tarefa mais difícil para um homem?
Manter a sua mente sobre controle.


Quem está livre?
Aquele que é desapaixonado.


Quem venceu o mundo?
Aquele que venceu a própria mente. 


Quem é pobre?
Aquele que não está contente.


 

Estátua de Adi Shankara em seu Samadhi Mandir (local onde um santo é enterrado, após sua passagem, na India, momento este que deixa seu corpo físico conscientemente), no Templo de Kedarnath, em Kedarnath, na India.


Fonte - Ed. Pensamento - A Joia Suprema do Discernimento - Sw. Prabhavananda e C. Isherwood


Por Sandro Bosco às 18h36

Sobre o autor

Sandro Bosco

Certificado internacional de Iyengar Yoga. Ensina e pratica yoga e meditação há mais de 40 anos, coordena a escola Yoga Dham. Neste blog compartilha regularmente todas estas experiências.

Histórico