Blog do Yogue

Busca

Sobre o blog

A idéia deste meu blog é trazer o mundo do yoga e da meditação mais perto do seu cotidiano.

Adoro responder e investigar sobre este assunto, pois é uma forma preciosa de conhecer mais este universo.

Este nome “blog do yogue” é porque vamos aproveitar a sabedoria de muitos e muitos yogues do passado e do presente para rechear e iluminar o nosso dia a dia. Yogue para quem não sabe é um sábio. E mais propriamente é aquele que chegou lá! Chegar lá no yoga é uma das muitas coisas a se saber...

27/10/2011

Yoga e Meditação de 04 a 06.11

 
 

Yoga e Meditação de 04 a 06.11

 

 

Participe ! Informações pelo tel. 11 3875 1079 ou yogadham@yogadham.com.br

Por Sandro Bosco às 11h26

No próximo feriado pratique Yoga !

 
 

No próximo feriado pratique Yoga !

 

 

Participe ! Aguardo você no dia 02.11

Mais informações pelo tel. 11 3875 1079 ou yogadham@yogadham.com.br

Por Sandro Bosco às 11h21

24/10/2011

Comecei a praticar meditação no estádio de futebol.

 
 

Comecei a praticar meditação no estádio de futebol.

Quando eu era menino meu pai me levava aos estádios de futebol; era emocionante!
Começou com idas no final dos anos 50 ao Maracanã, quando morávamos no Rio, mas continuando depois com inúmeras outras idas que me lembro ao Pacaembu, estendo-se até os 15ou 16 anos de idade.
Algo me impressionava muito, era quando uma voz no alto falante pedia um minuto de silêncio. Ocorria sempre por causa de algum óbito, lembro que naquela época esta chamada era muito respeitada e de adesão imediata.
Confesso que adorava este minuto, era eterno! Me parecia que aquelas dezenas de milhares de torcedores não sabiam do poder daquele minuto. Ele me emocionava e me arrepiava. Comparava o som interminavelmente poderoso daquele silêncio tão extático quanto o grito de gol do meu time ou do meu pai (torcíamos para times diferentes). Vi desde pequeno que adorava o silêncio.
Aquela era a minha meditação de um minuto em grupo.
E até hoje adoro o silêncio exterior e interior. Este valor continua a crescer quando na meditação e na yoga  os pensamentos se silenciam e o silêncio impera!
Naquela época ainda criança conheci que o motivo que levava aquela multidão a silenciar era o respeito talvez pela morte e hoje na vida e no trabalho proclamo a importância do silencio pelo respeito e pela honra à vida.
Nas aulas e cursos estou sempre chamando os alunos à importância de silenciar a mente como uma celebração à vida.
Basta um minuto de silêncio para você penetrar na eternidade.
Medite!


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização

Por Sandro Bosco às 17h37

17/10/2011

O que ensinar ao aluno de yoga?

 
 

 

É muito interessante minha conecção com os alunos. Durante o dia tenho vários 'insghts' de outros yogasanas - posturas -  para dar a cada um deles específicamente ou as vezes maneiras de como fazer uma determinada postura ou então de como fazê-la diferente de modo que se adapte melhor neste ou naquele caso de saúde e no processso dele.  Esta evolução é muito saudável pois parte desta relação que tenho com os alunos onde cada uma é sempre única e exclusiva no processo de crescimento ou de apoio à saúde dele e dela. Muitas vezes aqui nesta blogosfera alguns visitantes que ensinam yoga me perguntam como ajudar seus alunos trazendo alguma dificuldade física ou doença o que não é viável ajudar na grande maioria das vezes. Esta intereferência a distância é quase impossível pois as soluções vem de prática do exercício de ensinar, de conhecer o aluno e a pessoa, seu corpo e sua mente, e da evolução que ele está tendo. Sempre enfatizo que o importante não é tanto só a postura mas como ela está sendo feita. É muito importante quando se ensina yoga observar o nível de cosnciência que o aluno já tem desenvolvido e que não resulta unicamente do tempo de prática que ele tem, pois as evoluções variam, enfim 'cada caso um caso'.

Paciência e olhos abertos para treinar a sua visão de professor são excelentes requisitos.

 

 

Por Sandro Bosco às 15h55

15/10/2011

Quem cria a doença?

 
 

 

Toda semana, nas aulas de yoga, é normal ocorrer que um aluno traga um problema com o corpo. Seja uma contusão muscular, dor de cabeça, uma gripe, questões bem mais graves, enfim são inúmeros casos. Após a série orientada de yogasanas - posturas  - que passo para aquele aluno no final ele se sente melhor ou curado e há um expressão de alívio. Junto com esta expressão vejo os traços no rosto de quem voltou-se para dentro e de quem acalmou as ondas mentais (vrittis ou pensamentos). Poucos percebem o quanto o fator mental estavava diretamente ligado à saúde do corpo físico. Parece mesmo uma cortina que turva  a visão e o impede de ver a relação íntima e direta entre a mente e o corpo. Mesmo quando admitimos a força e evidência desta relação há uma resistência para assumi-la e para entregar-se em totalidade à essa verdade.

A partir da sua crença e da sua própria experiência você até poderia dizer agora para si mesmo em claro e bom tom:

 - Sim eu acredito que não existe doença meramente física toda doença tem o fator psicológico que a antecede.

Mas até aonde esta afirmação tem totalidade e ecoa agora no mais fundo da sua convicção pessoal? Até aonde ela vem da sua certeza interior?

Se uma pessoa aceita isto na íntegra ela não é mais vítima de doença alguma,  ela passa a entender e aceitar ser criadora e protagonista de todos os problemas de sáude que teve até hoje.

Isto é muito forte!

Então é necessário perceber o pêso e a força que isto traz de transformação da visão de vida e da sua relação com o mundo.

A prática do yogasana e da meditação devem ter a qualidade de garimpar as resistências que impedem o praticante de assumir esta verdade.


 

MARICHYASANA - significado - marichya -sábio, asana  - postura.


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização

 

 

Por Sandro Bosco às 16h14

10/10/2011

Você já descobriu por que pratica yoga?

 

 

Terra Arada

 Disse Jesus:

 O Reino se parece com um homem que possuía um

campo no qual estava oculto um tesouro e que ele de

nada sabia. Ao morrer, deixou o campo a seu filho, que

também não sabia de nada; tomou posse e vendeu o

campo – mas o comprador descobriu o tesouro ao arar

o campo.


 

Uma vez no final de um retiro uma aluna me contou que estava surpresa e feliz pois o motivo que a trouxe ao yoga há mais de um ano atrás não era mais o mesmo. Anteriormente ela admirava uma certa beleza nos praticantes de yoga que lhe parecia simplesmente exterior e que estava ligado à beleza física. Hoje esta visão estética que chamava seus olhos nos outros praticantes mais antigos, estava mais presente em si mesma e podia ver que era expressão da beleza interior que vive em cada um e em todos. A cada dia ela reconhecia este belo como algo supreendente e novo, como uma beleza imperecível além do tempo e do espaço.

A parábola acima me remete ao fato de que convivemos com esta beleza, este tesouro. Nós carregamos dentro de nós esta beleza mas nossos olhos nem sempre a reconhece, nem sempre nos damos conta de que o belo está tão perto. A prática do yoga vai arando o campo. Yoga é o auto-educar-se ao aprendizado e reconhecimento do belo em si e nos outros.

E você, já descobriu porque pratica yoga?


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização.

 

 

Por Sandro Bosco às 07h53

05/10/2011

Yoga contra o cansaço!

 
 

Yoga contra o cansaço!

O yoga também tem suas vitaminas. Alguns yogasanas – posturas -  tem efeito revitalizador quase que instantâneo. Vale a pena super-frisar que seus efeitos respondem mais rápido e mais eficientemente com o grau de tempo de prática regular de cada um.
A segunda boa notícia é que se você aprende a fazer estas posturas com as bases de alinhamento do método iyengar e sem abrir mão do uso de alguns acessórios sua permanência aumenta e diretamente proporcional aumentam os benefícios psico-físicos mesmo para os praticantes mais recentes e inexperientes.


SALAMBA SIRSHASANA - significa o pouso sobre a cabeça com apoio.

Quando nos paroximamos da exatidão do alinhamento os efeitos contra o cansaço e o desânimo são notáveis.


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização

Por Sandro Bosco às 17h49

04/10/2011

Jnana Yoga - conheça a sua própria mente

 
 

Jnana Yoga - conheça a sua própria mente

A Tábita comentou o meu post de 31/08/2011 entitulado. "Stress mata. Yoga cura?" -   A frase que eu mais gostei foi: "(...) aceitar a vulnerabilidade intrínseca da vida como energia e dos própios fatos da vida que estão além do meu controle." Nestes dois últimos meses como senti a minha vulnerabilidade às intempéries da vida... Mas o que já me deixou demais maravilhoso de tudo é que as ditas "intempéries" na verdade são meras lições para descobrir que existe muito mais força, foi só ter um pouquinho de coragem em enxergar o que está por trás delas! Muito obrigada pelo valioso post e quero salientar que este último final de semana de yoga, pranayama e meditação em Embu só me fez comprovar como é realmente eficaz em amenização ou praticamente curar o famigerado stress. Tábita, 01/09/2011 19:56


Tábita demorei para responder mas vejo vários pontos muito bons no seu comentário que trazem o seu grau de reflexão, como:

 - um pouquinho de coragem foi suficiente,

 - intempéries da vida apenas como lições

 - aprendizados, ver o que está por detrás dos fatos.

Todos são pontos que compõem a base da auto investigação do Jnana Yoga. Obrigado pelo seu comentário. Sandro


Os textos e fotos deste blog são reservados aos direitos de publicação dos fotógrafos e do autor, Sandro Malburg Bosco, e não devem ser copiados ou reproduzidos sem autorização

 

Por Sandro Bosco às 09h07

Sobre o autor

Sandro Bosco

Certificado internacional de Iyengar Yoga. Ensina e pratica yoga e meditação há mais de 40 anos, coordena a escola Yoga Dham. Neste blog compartilha regularmente todas estas experiências.

Histórico