Blog do Yogue

Busca

Sobre o blog

A idéia deste meu blog é trazer o mundo do yoga e da meditação mais perto do seu cotidiano.

Adoro responder e investigar sobre este assunto, pois é uma forma preciosa de conhecer mais este universo.

Este nome “blog do yogue” é porque vamos aproveitar a sabedoria de muitos e muitos yogues do passado e do presente para rechear e iluminar o nosso dia a dia. Yogue para quem não sabe é um sábio. E mais propriamente é aquele que chegou lá! Chegar lá no yoga é uma das muitas coisas a se saber...

26/10/2012

O yoga e a mente

 

A mente é mais forte que qualquer yogasana! No yoga você encontra centenas de posturas - asana -, com suas variações são mais de 1000 e os efeitos desintoxicantes no corpo físico e no corpo mental são inúmeros! Quando eu ensino a um aluno que precisa de saúde ou quer melhorar, preciso sentir e perceber se aquele aluno mostra abertura ou interesse.

Por que  ?

Porque nada entra por uma porta que está fechada. Hoje acordei e quando abri a janela senti um ar novo, úmido e gostoso da madrugada entrando pela minha respiração. Isto ocorreu porque eu abri a janela, simples assim. Eu quiz respirar algo novo. Alguma abertura é necessário para que um yogasana seja eficaz. Nem que seja uma iniciativa espontânea, mas natural. No livro que lancei recentemente investi um capítulo sobre 'atitude' porque lá, na boa atitude, é onde a mente pode se unir ao coração e é o que faz o seu movimento para dentro ganhar mais força e poder curativo.

Você vai praticar yoga ?

Lembre-se: a mente é mais forte que qualquer yogasana.

 


 

foto - Roberto Setton


Marichyasana - asana significa postura e Marichy o nome de um antigo sábio
Autorizada apenas cópia, reprodução ou compartilhamento na internet sem uso comercial, com créditos para o autor e/ou link para o blog original.

 

 

Por Sandro Bosco às 09h11

21/10/2012

O horizonte da mente

 
No Yajur Veda, textos dos mais antigos da cultura indiana, o sábio nos deixou esta prece:

"Que esta minha mente, que viaja para tão longe,

que é a luz das luzes,

a fonte de toda sabedoria,

e que vai  a lugares tão longínquos

quer eu esteja adormecido ou desperto -

que esta minha mente possa

fixar-se no que é nobre (34.1)"


E para cada um de nós cabe questionar-se frequentemente e com sinceridade: O que é nobre ?

 

 

 

Por Sandro Bosco às 15h42

11/10/2012

Concentração é tudo ?

 
 

Concentração é tudo ?

 

Alguém já te disse?
- ‘Calma, uma coisa de cada vez’ ou ‘Calma, uma idéia de cada vez’ ou ainda ‘Calma, um pensamento de cada vez’.
Pois este é o princípio yogue de dharana - concentração - que nos leva a perceber e conhecer melhor o corpo e seus limites na execução das posturas de yoga - asanas - ou sentir melhor os limites da capacidade pulmonar na execução dos exercícios respiratórios - pranayamas - e assim proteger seu aparelho respiratório. Quando treinamos dharana desta forma, através da prática regular do yoga isto acaba com o tempo transpirando naturalmente para a vida até um momento onde o que fazemos frutifica com mais força. Pois dharana é o uso da força do sutil - pensamentos - na matéria.
Mas se você sentir que ainda é cedo para este nível de concentração tudo bem, o importante é não parar e continuar sua prática de yoga.
Não desanime por que, tecnicamente, se sua mente não está concentrada agora no que você gostaria, ela está concentrada em algo mais que nem sempre foi você que escolheu.
Em resumo ela sempre está 'concentrada' em algum nível, mesmo que não pareça.
Para ela estar e ficar onde você quer é só uma questão de tempo, e da boa prática de yoga.
Leia mais:

Por Sandro Bosco às 07h28

03/10/2012

Yoga versus estresse

 

 

O estresse ocorre quando nos afastamos do nosso centro. Esta é um frase de efeito e pode até ser acolhida por uma boa parte das pessoas que viveu um período de estresse forte em sua vida ou está vivendo, mas, fica uma pergunta com uma sensação no ar: "Oque é este 'meu centro'?".

Esta é uma questão profunda e que o yoga propõe que seja desvendado agora, sim, no exato momento presente mas, que seja construído por toda uma vida. Por tantos anos ouvindo alunos se queixarem dos males negativos do estresse, me parece  que todos nós temos uma noção do que é este "centro" este "cerne", mas ele é fugidio. Se você fêz uma boa prática de yoga ou hoje o seu professor estava inspirado e deu uma aula completa, você pode ter sorte de no final desfrutar daquele estado  (normalmente pós-relaxamento) onde fica um sentimento que nada mais falta para você e com a frase tão especial na sua mente "estou me sentindo completo, sem fome, sem desejos, sem frustações, e calmo bem calmo". Bem, o cerne do seu próprio corpo é isto mas não só isto. Com a prática de yoga você percebe que este estado de completude que acabei de tentar descrever acima, tem outras camadas diferentes da primeira que você experimentou, ou ainda mais profundas e portanto mais completa. Uma calma ainda mais profunda e junto (no mesmo pacote) uma sensação de satisfação ainda maior. O estresse toma conta de você sim quando você se afasta deste seu cerne, quando não existe mais em você momento presente, só passado ou futuro. A prática regular dos yogasanas - posturas - tem um poder destrutivo sobre os efeitos negativos do estresse e isto se dá por um fortalecimento gradativo do sistema nervoso.

Lembre-se do sábio quando diz que "o que estressa o ser humano não são os eventos da vida mas como você encara estes eventos".


 

foto - Roberto Setton

Setubandha sarvangasana - significa postura da construção de uma ponte em sarvanga (sarva quer dizer 'todas' e anga 'as partes do corpo')

Benefícios - acalma combatendo a ansiedade e ajuda a desacelerar a respiração e a mente


 

Veja mais sobre yoga e estresse na TV UOL - http://tvuol.uol.com.br/assistir.htm?video=professor-de-ioga-ensina-posturas-que-combatem-o-estresse-04028C183364C0993326

 

Por Sandro Bosco às 07h00

Sobre o autor

Sandro Bosco

Certificado internacional de Iyengar Yoga. Ensina e pratica yoga e meditação há mais de 40 anos, coordena a escola Yoga Dham. Neste blog compartilha regularmente todas estas experiências.

Histórico