Blog do Yogue

Busca

Sobre o blog

A idéia deste meu blog é trazer o mundo do yoga e da meditação mais perto do seu cotidiano.

Adoro responder e investigar sobre este assunto, pois é uma forma preciosa de conhecer mais este universo.

Este nome “blog do yogue” é porque vamos aproveitar a sabedoria de muitos e muitos yogues do passado e do presente para rechear e iluminar o nosso dia a dia. Yogue para quem não sabe é um sábio. E mais propriamente é aquele que chegou lá! Chegar lá no yoga é uma das muitas coisas a se saber...

30/12/2008

O êxtase sereno do Yoga

O êxtase sereno do Yoga

 

Tornando-se una com tudo, a pessoa deve perceber a verdade mais elevada. Não há nada mais alto que o mais alto. Tudo isto existe sem (nenhuma) morada (em particular, posto que tudo permeia).

-------------------------- Skanda Purana

Mais uma vez encontramos neste anúncio dos sábios e , a possibilidade de, através da prática constante do yoga, alcançarmos um estado de unidade com tudo e sempre, a todo momento, como diz o texto desta antiga escritura.

Uma vez que este estado interior não tem morada ele está em todo lugar dentro ou fora embaixo ou em cima.

A unidade advém do afloramento do Ser Interior, o Atman.

Quando isto se sucede uma espécie de extase e serenidade acompanha o yogue como uma sombra. Uma luz perene que habita dentro e a volta. Como uma embriaguez de amor. Esta situação ou estado de existência, advém não só do auto-esforço da prática regular do yoga e lembrança constante da verdadeira natureza, mas também do que os iluminados chamam de "graça", imponderável e imprevisível.

 


 

Por Sandro Bosco às 01h17

25/12/2008

Namaste!

 
 

Namaste!

Namaskar Mudra - gesto de saudação - Quando se une as mãos a frente do peito, simbolicamente você une a mente ao coração, e, traz a luz da mente à luz do coração. É o momento de honrar a inteligencia da mente à inteligência do centro do coração. Namaskar mudra é um gesto para cumprimentar o outro, não sem antes reconhecer a chama interna em si mesmo para poder reconhecer no outro. Namaste! A luz que habita em mim habita em você!

Por Sandro Bosco às 23h24

19/12/2008

Os pensamentos são voláteis como perfume barato

 
 

Os pensamentos são voláteis como perfume barato

O yoga e a meditação estão na natureza Há tanto para aprender com a natureza. Se você quer aprender como é yoga como é meditação, olhe a natureza. Veja como o rui flui. Como as ondas do oceano parecem expandir e contrair, como uma extensa respiração. Como a água aceita sempre o caminho mais baixo e por isto encontra sempre um caminho. Minha meditação não foi boa Uma aluna havia me dito que sua prática de meditação havia sido um olhar cansativo do estrondo de pensamentos desenfreados. Se você percebe isto quando senta para praticar o silêncio que existe em algum lugar da mente, lembre-se, que quem pode observar o pensamento ou um turbilhão de pensamentos não é o pensamento e sim aquele que testemunha os pensamentos e este é o Ser interno, o atman, e isto é um momento da meditação.


 

 Os pensamentos são voláteis Graças a Deus os pensamentos são voláteis e duram segundos e vem outro e outro. Se ele fosse longo, cada um durando 15, 30, 50 minutos como seria a meditação, quanto esforço demandaria, mas assim como vem eles vão, mas o estado de meditação fica porque ele sempre está, ele é a consciência. Ele antecede a tudo, ele precede a tudo, e lê permanece mesmo que você não o escute ou não o sinta.



 

Meditação é sempre benéfica Meditação é treinar este “perceber” que o estado de silêncio existe, que o brilho da consciência está lá. Se você entra no mato sozinho talvez não reconheça quantos pássaros estão lá. Se você entra no mato com um observador de pássaros ele poderá te mostrar quantos cantos existem naquele momento, aonde estão os pássaros de diversos tipos, onde antes você não escutava, não os via. Quando você leva um carro para um funileiro você mostra o que consertar, “é só este amassadinho”, você diz, mas ele que tem os olhos treinados pode te mostrar inúmeras outras imperfeições do tempo na pintura, na carroceria. Meditar é treino para perceber sem os órgãos de percepção, é ver sem os olhos, é escutar sem ouvidos.


 

O Sr.Krishna disse: - O Ser (este testemunho interior), o fogo não queima, o vento não o toca, a água não o molha, o ferro não o fere.

Por Sandro Bosco às 00h40

18/12/2008

O Yoga é um espelho

 
 

O Yoga é um espelho

O Yoga é um espelho, para olhar de dentro para nós mesmos.      

                                                                                               B.K.S.Iyengar                                                                                 

Por Sandro Bosco às 09h47

15/12/2008

A dança de Shiva

 
 

A dança de Shiva

A dança dos pensamentos
Semana passada no Dhyana Sangham  - encontro para meditação - que aconteceu na quinta feira no Yoga Dham, tive uma experiência interessante durante a meditação que fazemos no final do encontro. Quando fechei os olhos pude ver uma série de imagens do meu cérebro ou da minha retina que eram como átomos dos pensamentos, e me veio a frase "vida é movimento". Pude ver o que os yogues chamam do movimento do manasprana,  a bio-energia mental. A vida não para e a vida é movimento. Eu assistia os pensamentos como um cientista observando por um microscópio e testemunha os componentes moleculares do corpo, no meu caso do corpo do pensamento, brilhantes e dançantes.

 


Um Deus que dança
Um  filósofo alemão maravilhou-se quando ao estudar o hinduísmo conheceu Nataraja o deus hindu que constrói e destrói universos com a sua dança. Nataraja é um dançarino, um Deus que dança.
Um cirurgião ao observar um corpo humano aberto, constatou o quanto os órgãos estão em movimento nos seus próprios lugares, "como uma dança" ele disse.
Movimentos  e os reflexos dos pensamentos
Existe para cada movimento da mente um ou vários movimentos do corpo. Se você pensa o corpo em algum ou vários pontos se movimenta. Não é só o movimento inquieto de dedos que não sossegam, do rosto que enruga e franzi, pensar é como falar sozinho os movimentos da mente refletem no rosto como quando ao agitarmos a água de um lago a um metro de profundidade vai acabar por movimentar a superfície. Observe como o rosto de uma pessoa dá significado as palavras para que possa expressar. A entonação da voz dá infinitas expressões ao rosto. Ao ouvir o outro você consente ou discorda com pequenos movimentos dos olhos, sobrancelhas e lábios. Mesmo enquanto você sonha está provado que o seu corpo faz uma parte várias vezes menor de tônus muscular  que corresponderia aquele movimento efetivamente.
Pratique yoga e silencie os movimentos por fora e por dentro
Quando você praticar os yogasanas  - posturas do yoga - e faz o relaxamento em sahavasana  - postura do cadáver - experimente começar por relaxar todos os músculos do rosto e assim você pode aquietar os pensamentos. A permanência nos asanas traz este silencio dos grandes e pequenos pensamentos, gera uma forte disciplina interior e fortalece o seu "poder da vontade". Quando você medita e fecha os olhos comece por relaxar os olhos tanto, que seja fácil voltar a visão para dentro. Há dois momentos naturais que sem esforço  você pode acalmar e transcender os pensamentos: quando o seu corpo está muito relaxado ou quando está muito cansado.

Por Sandro Bosco às 01h04

09/12/2008

Você enxerga o que seus olhos veêm?

Você é que dá sentido às coisas

Temos a capacidade de não relacionarmos com nós mesmos o que está acontecendo a nossa volta, qando esta é a chave do presente.

Esta relação é para ser contemplada. Nada é por acaso. O acaso não existe a não ser como algo que é para eu ouvir, ver e viver.

Acontece comigo o que eu criei para que acontecesse. Se eu não reconheço isto como algo para mim aqui /agora isto são outros quinhentos.

Talvez um sinal para desenvolver esta visão ou de aceitá-la. Eliphas Levy, dizia que a chave do ocultismo é estabelecer associação, são as analogias.

Gosto de entender por ocultismo aquilo que está oculto porque meus sentidos não tem espaço para perceber, enquanto a minha mente não se acalma. Enquanto a minha mente não silencia.


 

 

Como aprender yoga?

O conhecimento no yoga não chega só pelas palavras de um professor, por um livro ou por um curso de correspondência. Posso associar ao meu sadhana (senda, caminho no yoga) a um cãozinho brincando e saltando a meu lado e ver nisto leveza e desprendimento, ou a beleza que mora nos olhos ou no céu? Mora dentro de mim ou fora? .... quando vejo o sol poente de domingo numa nuvem de verão enorme, como um gigantesco algodão doce, atrás de um prédio em São Paulo totalmente rosada, iluminada . Uma conversa pode conter o que eu preciso ouvir hoje, agora, para poder crescer. Sábado a noite meu filho, de 11 anos, pediu para eu apagar a luz interna da casa para vermos a luz da lua entrar através do vidro dando uma profundidade àquele momento. Ele me lembrou que era a luz refletida, aquela luz era do sol! Pensei o quão generoso era o sol, que, não tirava folga nem de noite, na sua eterna missão de iluminar, e o fazia através daquele reflexo precioso. Foi um momento de pura yoga!

 

Por Sandro Bosco às 14h05

04/12/2008

A crença que não dá dinheiro

 
 

A crença que não dá dinheiro!

 

A profissão dela não dá dinheiro

Ontem no final de uma aula falei sobre “Mantra Maheshavara”.

Mantra, hoje, imagino que você visitante do blog do yogue já conhece, já sabe o que é pois está quase tão popular como a palavra guru.

Falei com uma aluna que me disse, e assim dizia para si mesma, que a profissão dela não dá dinheiro.

Busquei mostrar a ela que qualquer um pode dizer isto de sua profissão e pode também dizer o contrário de sua profissão, ou dizer que “eu serei aquela vai ganhar dinheiro dentre todos os que não ganham”.

 Para Ishavara vale o que você dizer ou pensar, este é jogo, esta é a brincadeira.


 

 O sutra, é o concentrado atômico, tem o poder da síntese, tem energia concentrada.

Este sutra – aforismo – acima, dos textos seculares do yoga, pode ser traduzido por “O mantra é Deus”.

Mas mantra não é só a palavra que pode levá-lo a libertação interna de todos os seus condicionamentos e levá-lo ainda em vida , encarnado neste corpinho que te acompanha e que você ganhou de presente, mantra significa que a palavra dita , verbal ou mentalmente, com muito ou pouco sentimento: tem força.


 

Que força?

Mantra: palavra de força e poder que pode soltar o ser humano das amarras criadas por si mesmo e em si mesmo, pelas crenças irracionais, educação e condicionamento e encontrar dentro de si um espaço puro e liberto.

Maha, siginifica o maior que o maior, vasto e grandioso.

Ishvara não é Deus, simplesmente, é a unidade de força atômica, que habita dentro e fora: • da cabeça humana, • do coração humano, • da concepção de existência limitada, • e do que mais você conseguir imaginar.


 

Quem legisla oque ?

Ishvara é o legislador cósmico que legisla sem consultar o senado, ou câmara alguma ou qualquer conselho de diretores.

Ishvara , é o Sr., é a lei, é o átomo da lei, a energia que dirige a planta em busca da luz, que faz a terra girar em torno de si mesmo ou que faz eu e você nascermos de um óvulo fecundado por um espermatozóide, ou se o raio cairá ali ou lá.

Está acima de qualquer outra lei até porque não está acima nem abaixo, nem fora nem dentro, porque ele é a lei que rege o universo interno e externo.


 

Não se engane com a “A Palavra” .

Aí, então, cuide do que você fala. Na fala dita ou pensada temos poder!

Se você fala aleatoriamente está arriscando e jogando fora. Se fala com sentimento e coração presente está dando direção ao seu destino. Se você fala ninguém “me ama’, assim será, esta é a sua crença.

Alimente as palavras pois são elas que te alimentam, palavras pensadas, palavras faladas. Mantra Maheshvara!

Por Sandro Bosco às 10h22

Sobre o autor

Sandro Bosco

Certificado internacional de Iyengar Yoga. Ensina e pratica yoga e meditação há mais de 40 anos, coordena a escola Yoga Dham. Neste blog compartilha regularmente todas estas experiências.

Histórico