Blog do Yogue

Busca

Sobre o blog

A idéia deste meu blog é trazer o mundo do yoga e da meditação mais perto do seu cotidiano.

Adoro responder e investigar sobre este assunto, pois é uma forma preciosa de conhecer mais este universo.

Este nome “blog do yogue” é porque vamos aproveitar a sabedoria de muitos e muitos yogues do passado e do presente para rechear e iluminar o nosso dia a dia. Yogue para quem não sabe é um sábio. E mais propriamente é aquele que chegou lá! Chegar lá no yoga é uma das muitas coisas a se saber...

29/01/2009

Paz interior

 
 

Paz interior

Shanti – A paz interior ==================================
Quando terminamos os cantos hindus, textos sagrados ou rituais, sempre entoamos a palavra shanti (paz) três vezes. A primeira vez invocamos proteção contra os inimigos internos que são: o ciúme, o orgulho, a raiva, a gula, o desejo e a paixão.
A segunda vez invocamos a proteção contra os inimigos externos e a terceira vez a proteção contra as calamidades da natureza. De fato isto é um pedido inerior de você para você mesmo que a sua mente se torne mais vigilante. A mente em vigília está presente no “agora” e assim percebendo a realidade objetiva.

Salve-se de um tsunami ================================
Isto me lembra na catástrofe do tsunami os elefantes de Bali que (alguns deles mesmo acorrentados) subiram e levaram no lombo alguns turistas de sobra para um lugar mais elevado e protegido onde a grande onda não alcançou e salvou a todos: animais e humanos. Os animais estão presentes com seu órgãos de sentido abertos, estão ligados a terra, ao ar, a água ou ao meio que mais habitam.
A mente alerta nos protege na natureza
Quando vivi na Californianos anos 70, nós éramos instruídos a prestar atenção aos animais domésticos pois eles poderiam nos sinalizar, com a sua inquietude, um presságio à um terremoto.
E você o quanto você tem vivido no subjetivo e distante mundo dos pensamentos?
E você o quanto tem estado presente e consciente do espaço que você habita neste instante?
Conta a tradição Zen ===================================
Um mestre e discípulo caminhavam em uma trilha na montanha. O mestre para e pergunta:

- Você sente o perfume do loureiro?
 - Sim mestre estava sentindo.
 - Então nada mais tenho a lhe ensinar

Por Sandro Bosco às 16h46

22/01/2009

A partir do amor ...

 
 

A partir do amor ...

Existem dois tipos (de pessoas) no caminho. Aqueles que vem contra a sua própria vontade, que seguem a religião cegamente, e aqueles que obedecem a partir do amor. -----------
 --------------------  Rumi

Por Sandro Bosco às 08h41

21/01/2009

Como reconhecer um ser iluminado?

 
 

Como reconhecer um ser iluminado?

A característica básica para você reconhecer se aquele ser humano chamado por alguns de um "ser iluminado"  - jivanmukta como é citado em sâncrito - está no estado chamdo 'liberto' é sutil mas é visível. Você não encontrará medo em sua face e você o verá sempre a vontade. Quando se está livre da mente reativa não há o que temer. A frente de uma pessoa assim é mérito seu se você for contagiado pelo seu silencio interior pois você experimentará um estado interior de meditação de olhos abertos. Eu senti como se tivesse voltado para um lugar seguro que eu sempre estive procurando e não tinha consciência de que era isto que estava procurando.

Por Sandro Bosco às 22h07

14/01/2009

Quando a respiração parte ...

 
 

Quando a respiração parte ...

" Enquanto existe a respiração existe vida. Quando a respiração parte, a vida também parte. Portanto regule a respiração." HATHA YOGA PRADIPIKA
Este antigo texto yogue nos dá o básico. É incomodo lembrar que a vida vai partir. Lembrar que a vida nos leva para a morte. Mas se o seu objetivo com yoga é espiritual voce deve lembrar regularmente desta verdade. O primeiro livro que eu li de yoga que me chamou a atenção sobre isto na minha adolescência não era de yoga, era de ocultismo. O autor dizia que o yoga prepara para a morte. Isto me arrepiou e adorei, achei genial, era isto que eu queria. Não há mistério maior do que a morte do corpo físico. Depois aprendi com os mestres espirituais yogues que a morte em vida é mais importante. A morte do ego. A dissolução do ego no oceano de amor e compaixão. A verdadeira liberdade. 
Durante muitos anos pratiquei meditação relaxando e acompanhando o movimento da respiração e encarando que aquela expiração poderia ser a última. Isto me ajudou a trazer muito o foco interior da mente e da vida para o "agora".

Yoga Dham - Curso de Imersão no Yoga

Neste exercício, que  bloqueamos físicamente as entradas destes órgãos de percepção, o praticante facilita o pratyahara, que é quando o prana - bio-energia - dos sentidos se volta para dentro e facilita o dharana - concentração inteiror.

Por Sandro Bosco às 18h08

13/01/2009

O que permiti você enxergar não são os olhos

 
 

O que permiti você enxergar não são os olhos

Estamos tão habituados a ver e não enxergar que um texto ou koan Zen é algo surreal.
De fato é sem nexo porque o Zen não procura nexo. Nexo quem encontra é  a mente, a razão. O Zen ou Yoga ensina que a última compreensão, as respostas daquilo que o ser humano não tem resposta, não se dá pela mente e sim pelo Ser. O Ser  - ou o "Si mesmo" - pode perceber sem os órgãos de percepção ou lhe dar compreensão de algo sem o raciocínio da razão. Este Ser Interior é "não mental". Mas, é através Dele ou por causa Dele que a mente pensa. É pela existência Dele que os olhos enxergam o que vêem. Digamos que você está em um quarto e pode  reconhecer a parede, o teto, os móveis, a janela, a cortina e normalmente você não vai perceber a luz no quarto. Mas é só pela luz que ilumina o quarto é que você está percebendo tudo isto. Da mesma forma o Ser ou atma, a "essência única",  normalmente é o último reconhecido na existência humana. Mas Ele é esta luz, Ele é a luz que permeia a tudo e que nos permiti sentir com a pele, ouvir com os ouvidos, degustar com a língua ou pensar com a mente. O Ser Interior é o provedor desta Shakti - energia criadora - e é o "eternamente existente".

Por Sandro Bosco às 17h21

Sobre o autor

Sandro Bosco

Certificado internacional de Iyengar Yoga. Ensina e pratica yoga e meditação há mais de 40 anos, coordena a escola Yoga Dham. Neste blog compartilha regularmente todas estas experiências.

Histórico