Blog do Yogue

Busca

Sobre o blog

A idéia deste meu blog é trazer o mundo do yoga e da meditação mais perto do seu cotidiano.

Adoro responder e investigar sobre este assunto, pois é uma forma preciosa de conhecer mais este universo.

Este nome “blog do yogue” é porque vamos aproveitar a sabedoria de muitos e muitos yogues do passado e do presente para rechear e iluminar o nosso dia a dia. Yogue para quem não sabe é um sábio. E mais propriamente é aquele que chegou lá! Chegar lá no yoga é uma das muitas coisas a se saber...

20/03/2009

O espelho

 
 

O espelho

“Você que quer o conhecimento, busque a unidade dentro.
Lá você encontrará o espelho claro esperando-o.”

HADEWIJCH II


Conhecer oque?
Muitos entendem o conhecimento da citação acima como o conhecimento das ciências, tecnologias ou literatura. O conhecimento a que ele se refere é o conhecimento de si mesmo. Aquele que não se obtém nos livros e nas universidades. É o puro conhecimento que advém de práticas de interiorização como a meditação. 



Uma experiência
Uma vez eu estava sentado no meu lugar de sempre para praticar a meditação com os olhos fechados e depois de 1/2 hora aproximadamente, tudo já tinha se silenciado internamente, quando me espantei ao me deparar com o meu rosto a poucos centímetros do meu  próprio rosto olhando para o meu rosto, olhando para mim mesmo.
Ao ler sobre o “espelho claro esperando” me lembrei desta experiência de anos atrás.



 

Quem sou eu? O que vê ou o que é visto?

O ser interior, a consciencia, é quem vê atraves dos olhos!

Por Sandro Bosco às 13h57

13/03/2009

Yoga - do conhecido ao desconhecido

 
 

Yoga - do conhecido ao desconhecido

Quando foi a última vez que você parou de praticar yoga?  11/03/2009 18:18 - post de antes de ontem

Abaixo comentário do Marcos Taschetto
Olá Sandro, tenho refeito alguns conceitos que tinha sobre o Yoga e sobre minha prática. Ao ler seu comentário pensei que pior que os alunos não suportarem o progresso é o professor não acreditar que isso possa acontecer de fato. Em boa parte dos 5 anos que dou aula era assim que pensava, sem ter muita consciência disso. Só quanto alguns alunos começaram a relatar grandes mudanças que ocorreram após iniciar a prática é que caiu minha ficha: "estou num F1 e me comporto como se estivesse num fusca". Falava do poder do Yoga, mas na verdade, era da boca pra fora. Isso quase me envergonha, mas que bom que aconteceu. Belo professor esse que não experimenta o que ensina. Seu blog é ótimo, inclusive por proporcionar esse tipo de troca. Abraços
marcos f. taschetto |  11/03/2009 18:54


Resposta do Blog do Yogue
Marcos, muito bom seu comentário, obrigado.  Primeiro é muito bom refletirmos sempre o que é progresso no yoga? Refletir sempre é bom porque o resultado desta reflexão deve mudar constantemente. Se não muda é um sinal que a nossa capacidade auto observação e discernimento precisa crescer e este crescimento cresce com o atma-vichara, prática do Jnana Yoga que  significa a auto investigação interior que nos leva ao Atman,  à essência, ao Ser Interior. Se a palavra yoga siginifica criar unidade, união, vale a pena indagarmos:
1 -  oque é esta união?
2 - aonde ela está?
3 - como ela acontece?
4 - porque ela acontece?
5 - e se ela não acontecer o yoga  não serve para mim ?
6 – o que devo esperar do yoga, desta união?
7 – este estado de unidade é uma condição física?
8 - esta união é um estado de espírito?
9- é um estado fisiológico?
10-  é um comportamento com os outros seres vivos?
11 - é um sentimento interior?
12-é uma visão diferente de mim mesmo? diferente da que eu tinha antes de começar a praticar intensamente?


Luz dos Yogues
Os sábios yogues dizem que a prática do yoga nos leva do conhecido ao desconhecido. Lembre-se: desconhecido no corpo, na mente, na alma, na vida, na natureza humana, na noção da origem do universo, do universo interior e do universo externo (e do que mais?).
Sendo assim oque devo espera do yoga? Pela lógica então eu não deveria esperar nada uma vez que o desconhecido eu desconheço, então será sempre uma surpresa, diferente do que eu poderia imaginar.
Para nos seqüestrar deste caos de dúvidas, temos a luz das escrituras yogues escritas pelos sábios da antiguidade e temos a palavras dos santos e sábios yogues do passado e do presente.
Oque eles nos dizem a este respeito?

Por Sandro Bosco às 23h48

10/03/2009

A experiência yogue de Einstein

 
 

A experiência yogue de Einstein

"Seres humanos são parte do todo chamado por nós de “Universo”, uma parte limitada em tempo e espaço. Nós temos a experiência de nós mesmos, nossos pensamentos e sentimentos, como alguma coisa separada do resto – um tipo de ilusão de ótica da consciência. Esta ilusão é um tipo de prisão para nós, nos restringe aos nossos desejos pessoais e pela afeição pelas poucas pessoas mais próximas de nós. Nossa tarefa precisa ser livrar a nós mesmos da prisão através da expansão dos nossos círculos de compaixão para abraçar todas as criaturas e toda a natureza na sua beleza." ____  Albert Einstein _______
Incrível temos aí a descrição de quem teve a experiência da unidade. Einstein era um físico mas suas palavras poderiam ter sido escritas por qualquer Swami da vida, uma definição yogue da realidade que está além do véu das aparências, uma visão que está por trás do véu da ilusão- maya.
,

Por Sandro Bosco às 23h21

Sobre o autor

Sandro Bosco

Certificado internacional de Iyengar Yoga. Ensina e pratica yoga e meditação há mais de 40 anos, coordena a escola Yoga Dham. Neste blog compartilha regularmente todas estas experiências.

Histórico