Blog do Yogue

Busca

Sobre o blog

A idéia deste meu blog é trazer o mundo do yoga e da meditação mais perto do seu cotidiano.

Adoro responder e investigar sobre este assunto, pois é uma forma preciosa de conhecer mais este universo.

Este nome “blog do yogue” é porque vamos aproveitar a sabedoria de muitos e muitos yogues do passado e do presente para rechear e iluminar o nosso dia a dia. Yogue para quem não sabe é um sábio. E mais propriamente é aquele que chegou lá! Chegar lá no yoga é uma das muitas coisas a se saber...

27/08/2009

Oque é ser verdadeiro?

 
 

Um mestre zen tinha centenas de seguidores.
Duas vezes por dia eles tinham seu encontro no mosteiro onde viviam e praticavam a meditação, exceto um deles não comparecia pois estava frequentemten bêbado.
O tempo passava e o mestre envelhecia e com isto as confabulações corriam entre os monges: Quem seria o sucessor? Como é comum em mosteiros orientais, um seria o escolhido.
Para surpresa geral as vésperas de sua morte ele convocou o bêbado e o elegeu passando ocultamente as diretrizes da sua linhagem e tradição. Os desapontamentos viraram revolta pois reclamavam do mestre não reconhecer as qualidades daqueles que dedicaram toda a sua vida a ele.
O motim crescia  ao ponto de logo antes da sua morte o mestre convocou a todos e esclareceu:
 - Eu precisava passar o bastão e  comando a alguém que eu conhecesse bem. Os diversos monges me mostraram todo este tempo as sua virtudes e e me esconderam seus vício e defeitos. As virtudes as vezes escondem vaidades, orgulho e intolerância, como era o que ocorria naquele momento entre todos!
Por isto escolhi este discípulo que realmente conheço bem, já que posso ver seu principal defeito: a bebedeira!


 

Esta história recorrente em outras tradições orientais traz algumas boas questões:
 - O que é pureza?
 -Quem são os verdadeiros puros de coração?
 - O que é sinceridade?
 - O que é autenticidade?

 


É dificil crescer sem reconhecer seus próprios erros. É difícil para o ego recohecer o erro. Mas o yoga fala da transformação do ego (inferior). Esconder seus defeitos é como nutrir o seu póprio ego.



Conta-se de um outro  mestre que antes de dar iniciação a um “buscador da verdade” dava-lhe antes um pileque, pois assim conheceria suas fraquezas e seu inconsciente e sabia então, as claras, realmente com quem estava lidando.


 

Por Sandro Bosco às 17h48

19/08/2009

O corpo é o instrumento.

 
 

O corpo é o instrumento

Ontem tive a honra de ganhar da Maristela, minha aluna, um lindo livro do Budismo Tibetano “Os Cem Conselhos”   de Padampa Sangyé,  comentado pelo lama Dilgo Khyntsé - editora Lótus do Saber – .

Na capa há uma linda foto deste precioso mestre de olhar profundo, doce e intrigante, Lama Dilgo.
Escolhi um sutra que o Sr. Dilgo cita em seu comentário e  que para nós praticantes de yogasanas - posturas -  traz muita luz e uma rica reflexão a uma questão recorrente. 


“O corpo é o barco que nos conduzirá às praias da libertação (moksha);
O corpo é uma pedra amarrada ao nosso pescoço para que afundemos nos abismos do samsara (o ciclo de nascimento e morte):
O corpo está a serviço tanto do vício quanto da virtude.”


Por Sandro Bosco às 16h25

13/08/2009

A densa floresta de pensamentos.

 
 

A densa floresta de pensamentos.

Quando você senta para praticar meditação você pode seguir o movimento da respiração. No começo ele poderá estar agitado, mas é assim mesmo, insista em somente observá-lo. Você pode criar um cenário onde os pensamentos formam uma floresta densa. Cada pensamento é um arbusto uma árvore e é possível e natural que logo você esteja perdido neste emaranhado. O praticante de yoga pode então ter o movimento natural e espontâneo da respiração como um “guia” nesta floresta de pensamentos. Vá seguindo este guia, não se distraia para não perde-lo de vista, ele está a sua frente e você atrás dele, acompanhe-o atentamente, a sua função não é apressa-lo, deixe o guia – a respiração -  no seu passo natural, ele vai andar, aos poucos, mais devagar, mantenha a distância exata para que o guia não se distancie de você. Por fim, com este sábio guia, você atravessará esta densa e variada floresta de pensamentos e chegará em um espaço de calma e luz, um espaço de pura consciência e silencio.

Por Sandro Bosco às 08h58

Sobre o autor

Sandro Bosco

Certificado internacional de Iyengar Yoga. Ensina e pratica yoga e meditação há mais de 40 anos, coordena a escola Yoga Dham. Neste blog compartilha regularmente todas estas experiências.

Histórico